14 de jan de 2012


Título: Obeijo das Sombras (Vampire Academy, título original)
Editora: Nova Fronteira
Autor: Richelle Mead
ISBN: 9788520922552
2009, 1ª edição, 320 páginas
Compare e compre:



Lissa Dragomir é uma adolescente especial, por várias razões: ela é a princesa de uma família real muito importante na sociedade de vampiros conhecidos como Moroi. Por causa desse status, Lissa atrai a amizade dos alunos Moroi mais populares na escola em que estuda, a São Vladimir. Sua melhor amiga, no entanto, não carrega consigo o mesmo prestígio: meio vampira, meio humana, Rose Hathaway é uma Dampira cuja missão é se tornar uma guardiã e proteger Lissa dos Strigoi - os poderosos vampiros que se corromperam e precisam do sangue Moroi para manter sua imortalidade.
Pressentindo que algo muito ruim vai acontecer com Lissa se continuarem na São Vladimir, Rose decide que elas devem fugir dali e viver escondidas entre os humanos. O risco de um ataque dos Strigoi é maior, mas elas passam dois anos assim, aparentemente a salvo, até finalmente serem capturadas e trazidas de volta pelos guardiões da escola.
Mas isso é só o começo. Em O beijo das sombras, Lissa e Rose retomam não apenas a rotina de estudos na São Vladimir como também o convívio com a fútil hierarquia estudantil, dividida entre aqueles que pertencem e os que não pertencem às famílias reais de vampiros. São obrigadas a relembrar as causas de sua fuga e a enfrentar suas temíveis consequências. E, quem sabe, poderão encontrar um par romântico aqui e outro ali. Mais importante, Rose descobre por que Lissa é assim tão especial: que poderes se escondem por trás de seu doce e inocente olhar?
Richelle Mead dá uma nova face à literatura vampiresca com este romance: mais ácida, apimentada e inteligente do que nunca, a saga dos Moroi e seus guardiões surpreende pelas reviravoltas e pela ousadia desses cativantes personagens.  



Depois dessa sinopse, nada me resta a não ser contar minhas impressões do primeiro livro da série Vampire Academy (Academia de Vampiros) da aclamada Richelle Mead. Devo confessar que fui deixando essa série de lado sempre que tinha oportunidade de pegá-la pra ler pelo medo que tinha de ser parecida com o vampirismo de Twilight, de alguma forma. Vou confessar também que gosto bastante da temática vampiresca, portanto também não foi tormento algum começar O beijo das sombras sem parâmetros ou outros preconceitos. Apenas adiei a leitura quando estava receosa de não gostar... Que erro.
Este primeiro livro da série acaba sendo apenas uma pequena “apresentação” do que está por ser explicado mais profundamente nos outros volumes. Mas, ainda assim, já começa com bastante ação e enfiando na sua cabeça conceitos de vampiro como você nunca viu antes.
A narradora é Rose Hathaway, uma Dampira (damphir, termo mais bonito sem a tradução) que é meio vampira e meio humana, aprendiz de guardiã. Sua melhor amiga Vasilisa/Lissa Dragomir é uma Moroi da realeza, isto é, uma vampira com alma e mortal, mas que pode sair ao sol de vez em quando.
Os dampiros guardiões protegem os Moroi dos Strigoi, que são vampiros imortais sem alma que costumam se alimentar do sangue dos Moroi para se tornarem mais fortes; e estes carinhas não podem sair ao sol, tipo: mesmo!
Por um motivo que não conhecemos inicialmente, Rose e Lissa vivem entre os humanos até que um grupo de guardiões, liderados por Dimitri (um guardião de sotaque russo realmente sexy) consegue ‘capturá-las’ e levá-las de volta à São Vladimir.
As velhas coisas que costumavam irritar Rose e Lissa voltam com toda força. A hierarquia imbecil de realeza e não-realeza, a preocupação com o que os outros pensam e a maneira como esses adolescentes se comportam para manchar “reputações” são bem irritantes mesmo, mas são as coisas que menos importam para Rose no momento. Ela passou 2 anos vivendo entre os humanos e agora está atrasada no treinamento para se tornar uma guardiã e está tomando aulas práticas extras com o lindo do Dimitri.
E adivinha o que acontece? É isso aí, ela se apaixona pelo professor-deus-perfeito-russo Dimitri, mas entre eles dois, a única pessoa que não consegue controlar os sentimentos perfeitamente é Rose.
A narrativa em primeira pessoa às vezes é intercalada entre Rose e Lissa, uma vez que elas compartilham um laço que Rose pode ‘escorregar’ para a cabeça da melhor amiga e literalmente ser ela durante um tempo.
A escrita de Richelle Mead é incrível! Eu poderia ser capaz de menosprezar a história dessa mulher se lesse apenas a sinopse e deixasse pra lá da primeira vez e sem ter lido nada sobre ela antes, mas agora... NO WAY. Os capítulos correm nesse primeiro livro e a gente percebe as características dos personagens bem definidas e sem oscilações. Rose é dura na queda e uma das personagens que mais SENTI na pele enquanto lia, principalmente por que ela é bem assertiva e venenosa, adoro.
Uma série muito recomendada, cheia de ação, suspense, romance, até um pouco de humor e drama. Vale cada centavo dos 10,00 que você pode pagar nele e cada minuto que você gastará enquanto pega um ônibus ou antes de dormir. Sério. Leiam =)
Adicione o livro no Skoob

Richelle Mead nasceu em 12 de novembro de 1976, é casada, e natural de Michigan nos Estados Unidos. Leitora voraz, fascinada por mitologia e folclore. Autora reconhecida tanto pelo público como pela crítica na área da fantasia urbana para adultos. Autora da série bestseller, Vampire Academy, com fãs pelo mundo todo, e que ja ganhou honras da American Library Association.

2sleep