10 de set de 2011


Título: A Escolha de Cada Um
Autor: Regina Monge
Novos Talentos da Literatura Brasileira - Novo Século
ISBN: 9788576793359
160 páginas, 2010, nacional

Sinopse: A Escolha de Cada Um nos ensina a reconhecer nossas limitações, nossos problemas, e nos impulsiona a ir ao encontro das soluções, buscar as oportunidades que a vida nos oferece. Alerta-nos para combatermos nossa inércia, nosso amortecimento, pois eles nos imobilizam, impedindo-nos de enxergar acontecimentos importantes. Esquecer o passado e ir em busca de nossos sonhos, nossos ideais. Ensina também que a existência continua, mostra um caminho iluminado, deixando-nos ver os obstáculos a superar. Dá a todos os mesmos direitos: à felicidade, ao sucesso, ao amor. Ele nos ensina a fazer escolhas. Escolhas certas. É um livro instigante, porque mistura realidade cotidiana com trechos totalmente surrealistas, História; e fala, acima de tudo, sobre o amor e seu poder de transformação.

À primeira vista esse é mais um livro de auto ajuda normal, boring e sem graça, certo? Errado. O livro já começa diferente, original, criativo, pois o narrador da história é também um LIVRO. Um livro capaz de sentir e pensar tanto quanto nós, humanos. Na primeira parte, ele começa a contar todo seu processo de criação, como ele nasceu, quem é seu autor, J. Hubert, que depois de ter escrito um Best seller incrível, passou anos sem escrever e passou 20 anos para escrever o Livro (vou chamar assim com letra maiúscula pra não confundir), com medo do que os críticos poderiam dizer, pois acreditava que a mídia constrói e também destrói. Enfim, Hubert lança o livro e seus temores se concretizam, a crítica tacha o livro de ‘o pior que Hubert poderia ter escrito’ e, claro, ele fica muito triste com isso. Hubert morre sem ter o livro valorizado e o Livro quer entender por que sua história foi tão ignorada em seu lançamento e como foi angustiante seu desejo de se tornar um livro famoso enquanto ficava sempre nas partes mais escondidas da livraria...
Até que um dia Richard, um exímio admirador de livros, chega à livraria e, após passar por muitos outros, ler suas sinopses, orelhas, contra-capas e enfim, chega no Livro, que emoção! Richard estava lendo sua sinopse, dando um sorriso sem sentir e o Livro estava feliz da vida, pois iria finalmente levar sua mensagem e mostrar o quão maravilhoso ele era!

“Ser lido é o sonho de qualquer livro, porque representa respirar, obter forças para lutar por ideais. Ser lido é existir nesse mundo das letras e das lutas.”

Richard se encanta pelo livro e o indica à sua sobrinha que sempre segue as dicas de leitura do tio, pois sabe que quando ele gosta mesmo de um livro, ele vale a pena; ela o lê, claro, também se encanta pelo Livro.
Por ser repórter, ela quer mostrar esse livro ao mundo; busca saber mais sobre o autor e descobre que ele morreu, recorrendo assim à mulher dele, e o Livro acaba virando um fenômeno mundial.
Então começa a segunda parte de “A escolha de cada um”, que é o livro que o Hubert escreveu, de título “Um novo tempo”, que conta a história de Anna; uma mulher muito bem sucedida profissionalmente, uma completa workaholic, mas tem certeza que algo falta nela, pois carrega um vazio há vinte anos e não se permite preencher. Anna começou a fazer terapia (novamente) e agora parece estar dando certo. Antes de assumir o novo e desafiador cargo de editora-chefe da revista de negócios, ela resolve ter uma viagem de férias. Ela tem um sonho que seu terapeuta acha muito revelador e que sua vida vai se transformar em breve.
Anna escolhe Petra e Paris para as férias. Na cidade rosa, ela conhece o americano John e, como não parecia ser possível, vive um lindo romance com ele. Ele promete segui-la até Paris e lá também sua história de amor continua... Não posso contar o resto por que aí já seria dizer tudo... Mas posso dizer que essa capa do livro, além de ser LINDA acaba sendo totalmente oportuna e você percebe isso quando o lê. O olho verde, a cidade rosa atrás. Muito bonito.
Não parece incrível que um livro tão pequeno possa fazer o mundo ao seu redor parar pra você prestar atenção a ele? Regina fez um trabalho incrível e tenho orgulho de uma obra nacional assim. É raro um livro de autoajuda (tão diferente, quase ficção e com toque de transcendência espiritual) realmente fazer sua mensagem tocar o leitor, enxergar que ele TEM ESCOLHAS e que isso depende dele próprio.

“Minha certeza são estes fatos e acontecimentos que estão pairando no ar: acontece qualquer coisa, com qualquer um. Basta acreditar, ser persistente, ter fé, estar preparado para quando a oportunidade passar, tendo a mão estendida para agarrá-la.”

Você pode comprar “A escolha de cada um” aqui:
Conheça mais sobre a autora aqui.

2sleep