17 de set de 2011
0 revelations

"Nunca se esqueça de quem é, porque é certo que o mundo não se lembrará. Faça disso sua força. Assim, não poderá ser nunca sua fraqueza. Arme-se com esta lembrança, e ela nunca poderá ser usada para magoá-lo."



Mais um quote de um livro que estou lendo atualmente: A Guerra dos tronos, pg 45.

15 de set de 2011
1 revelations

Filhos do Éden - Herdeiros de Atlântida - Livro 1
Autor Eduardo Spohr
Editora Verus
ISBN 9788576861416
Páginas 476
Edição 1, Brochura
Ano 2011


Eduardo Spohr me conquistou TOTALMENTE com A Batalha do Apocalipse. Sem dúvidas é meu autor nacional preferido! Como louca por ABdA e @eduardospohr que sou, here i’m trazendo pra vocês o novo romance do autor.

SINOPSE: Há uma guerra no céu. O confronto civil entre o arcanjo Miguel e as tropas revolucionárias de seu irmão, Gabriel, devasta as sete camadas do paraíso. Com as legiões divididas, as fortalezas sitiadas, os generais estabeleceram um armistício na terra, uma trégua frágil e delicada, que pode desmoronar a qualquer instante.
Enquanto os querubins se enfrentam num embate de sangue e espadas, dois anjos são enviados ao mundo físico com a tarefa de resgatar Kaira, uma capitã dos exércitos rebeldes, desaparecida enquanto investigava uma suposta violação do tratado. A missão revelará as tramas de uma conspiração milenar, um plano que, se concluído, reverterá o equilíbrio de forças no céu e ameaçará toda a vida humana na terra.
Juntamente com Denyel, um ex-espião em busca de anistia, os celestiais partirão em uma jornada através de cidades, selvas e mares, enfrentarão demônios e deuses, numa trilha que os levará às ruínas da maior nação terrena anterior ao dilúvio – o reino perdido de Atlântida.


Pra começar, é preciso ressaltar que Filhos do Éden – Herdeiros de Atlântida NÃO É uma continuação de A Batalha do Apocalipse.  FdE é o início de uma série de deverá ter entre 2 a 4 títulos (ainda não se sabe ao certo). A narrativa compartilha do mesmo ambiente de ABdA, mas traz a guerra no céu pela perspectiva dos anjos – soldados, capitães, etc, - não mais pela ótica dos gigantes e grandes generais que tomaram quase por completo o romance anterior.
Para mim que já li ABdA, FdE se torna um esclarecedor de pontos escuros, e, acima de tudo, um backstage com explicações mais detalhadas sobre as castas de anjos, sua missão que não se podem negar a cumprir, os espíritos muito louvados pelos humanos que se tornaram ‘deuses’ e o caminho para o fim do sétimo dia, a guerra civil.
A aventura traz Kaira, uma arconte que perdeu a memória e acha que é uma humana normal e o LINDO Denyel, um querubim exilado que depois de ajudar os rebeldes busca exílio do arcanjo Gabriel.
Com o costume mantido de ABdA, Eduardo alterna a narrativa de vez em quando, mostrando flashs de acontecimentos antigos e importantes para desvendar obscuridades da história. Um dos personagens que aparece dessa maneira secundária é misterioso Primeiro Anjo, o maior dos sentinelas, designados por Yaweh a viver na Haled para acompanhar os passos da evolução das primeiras tribos humanas.
Com o querubim Urakin e o ofanim Levih, Kaira e Denyel encontrarão a chave para Athea, uma colônia atlante resistiu ao dilúvio comandado pelo arcanjo Miguel.  Athea esconde uma passagem que, se descoberta pelos combatentes de Miguel, daria oportunidade para que chegassem ao terceiro céu e, depois às bases do arcanjo Gabriel, pondo fim à guerra no céu.
É visível a maior valorização dos personagens e seus atos que o enredo de FdE. O que acontecia em ABdA ao contrário, apesar de também importantes, os personagens eram secundários, o maior protagonista era o próprio Apocalipse.
Pensando assim, nos personagens como mais importantes, você se envolve mais profundamente nos sentimentos dos celestiais e se apaixona pela mensagem que cada casta carrega como missão, seja não voltar atrás num desafio de combate, ou totalmente o contrário, se recusar até o último instante a lutar ou desferir violência contra outro.
O livro 2 dessa série “Anjos da Morte” (com o primeiro capítulo disponível no fim de FdE) parece que vai superar o primeiro, e não tenho dúvida alguma que vai ser SUCESSO!
Totalmente recomendado e apoiado!

p.s.: sem falar em 'Can't take my eyes off you'. Toda vez que lia a música no livro ouvia Muse tocá-la mentalmente! A versão dessa música pela minha banda preferida vai ser a oficial de FdE pra mim, apesar de saber que a que Spohr escolheu foi a original, mesmo. =x

Visite o site do livro: http://www.filhosdoeden.com/ 
Compre o livro AQUI 

13 de set de 2011


Título: Impacto Fulminante
Autora: Valentine Cirano
Editora: Biblioteca 24x7
ISBN: 978-85-7893-255-8
Páginas: 294

Uma ordem secreta da antiga Babilônia ainda poderia espalhar medo ou terror aos habitantes da Terra? Haveria um meio de resgatar os poderes do antigo deus babilônico pelos membros remanescentes dessa ordem e, de posse dos mesmos, levarem pânico e destruição aos quatro cantos do planeta? O assassinato brutal do artista plástico Gregory Andersen, leva Richard Brown e Suzan Antonelli, historiadores britânicos convocados pela polícia de Londres, a identificar o significado de estranhos caracteres e pistas deixados pela vítima, pintados com seu próprio sangue numa toalha segundos antes de sua morte. As marcas deixadas por Gregory e um estranho quadro por ele pintado, levam Richard e Suzan a uma aventura frenética em busca do legendário tesouro de Dario, portador dos terríveis poderes das trevas dos deuses pagãos. Perseguições implacáveis, conduzidas por um assassino cruel e sanguinário fazem com que a aventura se torne um jogo mortal, onde Suzan e Richard precisam lutar pela própria sobrevivência.
Os membros da ordem secreta buscam desesperadamente resgatar os poderes ocultos para a conquista planetária, criando um exército imbatível, capaz de fazer com que todas as forças terrenas se curvem diante dos poderes das trevas. Seria possível impedir essa catástrofe que dizimaria os habitantes do planeta? Onde se encontra a espada utilizada pelo rei Dario e que supostamente contém a chave para trazer novamente à terra os poderes ocultos da antiga Babilônia? Cada nova página do Impacto Fulminante oferece esse desafio, da eterna luta entre o bem e o mal, para atiçar a curiosidade do leitor.


Impacto Fulminante é um suspense da autora nacional Valentine Cirano.
É bem TENSO resenhar o livro depois de uma sinopse dessas... Mas vou tentar falar do enredo e das minhas impressões gerais sobre o livro. Posso confessar que, no começo, os elementos usados por Valentine me lembraram muito a narrativa de Dan Brown em ‘O Código da Vinci’. Um pouco mais pra frente eu já estava achando que os pensamentos e diálogos dos personagens estavam se repetindo demais, tornando a narrativa um pouco redundante e deixando umas boas linhas realmente desnecessárias.
Por falar em diálogos, achei a maioria deles muito mecânico, quase impensável de se ver duas pessoas na vida real conversando daquela maneira... Mas a maneira como a autora os colocou deixou a obra bem leve, rápida e fácil de ler.

Antes de falar também da trama, gostaria de citar as caras e bocas que fazia toda vez que achava um erro ortográfico no livro... Deixa eu esclarecer: sou MUITO PARANÓICA com escrita errada, troca de “s” por “c” em “anciosa”, concordância verbal, etc, etc e tal; Então... o negócio é que achei bastante disso em Impacto Fulminante e isso me deixou incomodada. A revisão poderia ter sido melhor.
Mas agora, deixando essas coisas menores de lado... a trama é realmente incrível! Nem que eu quisesse muito poderia ter imaginado um final com tantas reviravoltas e supresas como aconteceu. Tudo muito elétrico, muita informação e deu pra perceber a grande e vasta pesquisa que a autora precisou fazer para escrever este livro.

Como já dito na sinopse, Suzan e Richard são historiadores britânicos e são convidados a desvendar símbolos que Gregory Andersen deixou pintados à sangue numa toalha em seus últimos instantes de vida. O casal acaba se envolvendo demais e arrastando pessoas inocentes, que também acabam mortas, para esse mistério. Uma dessas pessoas é um ex professor de Suzan, Andy, a quem ela pediu ajuda para desvendar o mistério.

Com a morte de seu amigo, Suzan decide que vai descobrir quem é seu assassino, custe o que custar; até mesmo a segurança de sua própria vida e de seu amado noivo Richard.
Eles seguem todas as pistas que decifram, passando pelo litoral da Bahia, indo para o Rio de Janeiro, Paraná e ao Rio Grande do Sul e só então retornando a Paris com a certeza de que os quadros de Frans Post carregavam o que o mistério escondia. E deixando mais pessoas inocentes mortas para trás...
E assim, com uma narrativa que melhora depois da metade do livro, deixando o leitor sem querer parar de ler pra saber o que vem depois (eu, por exemplo, fiquei até 2h30 a.m. lendo a segunda metade do livro de tão entretida que estava). O livro é recomendadíssimo por essas razões todas do enredo, de um final totalmente inimaginável e muuuita aventura!
E, pra não soltar mais nada, acho que é isso.

Esse livro tem continuação, olha os próximos da saga:
La Fontana de Trevi, o último Sudarista
O oráculo de Apolo.


Blog da autora: http://valentinecirano.blogspot.com/ Tem como entrar em contato com ela e comprar mais barato que pelos sites das livrarias :)






10 de set de 2011


Título: A Escolha de Cada Um
Autor: Regina Monge
Novos Talentos da Literatura Brasileira - Novo Século
ISBN: 9788576793359
160 páginas, 2010, nacional

Sinopse: A Escolha de Cada Um nos ensina a reconhecer nossas limitações, nossos problemas, e nos impulsiona a ir ao encontro das soluções, buscar as oportunidades que a vida nos oferece. Alerta-nos para combatermos nossa inércia, nosso amortecimento, pois eles nos imobilizam, impedindo-nos de enxergar acontecimentos importantes. Esquecer o passado e ir em busca de nossos sonhos, nossos ideais. Ensina também que a existência continua, mostra um caminho iluminado, deixando-nos ver os obstáculos a superar. Dá a todos os mesmos direitos: à felicidade, ao sucesso, ao amor. Ele nos ensina a fazer escolhas. Escolhas certas. É um livro instigante, porque mistura realidade cotidiana com trechos totalmente surrealistas, História; e fala, acima de tudo, sobre o amor e seu poder de transformação.

À primeira vista esse é mais um livro de auto ajuda normal, boring e sem graça, certo? Errado. O livro já começa diferente, original, criativo, pois o narrador da história é também um LIVRO. Um livro capaz de sentir e pensar tanto quanto nós, humanos. Na primeira parte, ele começa a contar todo seu processo de criação, como ele nasceu, quem é seu autor, J. Hubert, que depois de ter escrito um Best seller incrível, passou anos sem escrever e passou 20 anos para escrever o Livro (vou chamar assim com letra maiúscula pra não confundir), com medo do que os críticos poderiam dizer, pois acreditava que a mídia constrói e também destrói. Enfim, Hubert lança o livro e seus temores se concretizam, a crítica tacha o livro de ‘o pior que Hubert poderia ter escrito’ e, claro, ele fica muito triste com isso. Hubert morre sem ter o livro valorizado e o Livro quer entender por que sua história foi tão ignorada em seu lançamento e como foi angustiante seu desejo de se tornar um livro famoso enquanto ficava sempre nas partes mais escondidas da livraria...
Até que um dia Richard, um exímio admirador de livros, chega à livraria e, após passar por muitos outros, ler suas sinopses, orelhas, contra-capas e enfim, chega no Livro, que emoção! Richard estava lendo sua sinopse, dando um sorriso sem sentir e o Livro estava feliz da vida, pois iria finalmente levar sua mensagem e mostrar o quão maravilhoso ele era!

“Ser lido é o sonho de qualquer livro, porque representa respirar, obter forças para lutar por ideais. Ser lido é existir nesse mundo das letras e das lutas.”

Richard se encanta pelo livro e o indica à sua sobrinha que sempre segue as dicas de leitura do tio, pois sabe que quando ele gosta mesmo de um livro, ele vale a pena; ela o lê, claro, também se encanta pelo Livro.
Por ser repórter, ela quer mostrar esse livro ao mundo; busca saber mais sobre o autor e descobre que ele morreu, recorrendo assim à mulher dele, e o Livro acaba virando um fenômeno mundial.
Então começa a segunda parte de “A escolha de cada um”, que é o livro que o Hubert escreveu, de título “Um novo tempo”, que conta a história de Anna; uma mulher muito bem sucedida profissionalmente, uma completa workaholic, mas tem certeza que algo falta nela, pois carrega um vazio há vinte anos e não se permite preencher. Anna começou a fazer terapia (novamente) e agora parece estar dando certo. Antes de assumir o novo e desafiador cargo de editora-chefe da revista de negócios, ela resolve ter uma viagem de férias. Ela tem um sonho que seu terapeuta acha muito revelador e que sua vida vai se transformar em breve.
Anna escolhe Petra e Paris para as férias. Na cidade rosa, ela conhece o americano John e, como não parecia ser possível, vive um lindo romance com ele. Ele promete segui-la até Paris e lá também sua história de amor continua... Não posso contar o resto por que aí já seria dizer tudo... Mas posso dizer que essa capa do livro, além de ser LINDA acaba sendo totalmente oportuna e você percebe isso quando o lê. O olho verde, a cidade rosa atrás. Muito bonito.
Não parece incrível que um livro tão pequeno possa fazer o mundo ao seu redor parar pra você prestar atenção a ele? Regina fez um trabalho incrível e tenho orgulho de uma obra nacional assim. É raro um livro de autoajuda (tão diferente, quase ficção e com toque de transcendência espiritual) realmente fazer sua mensagem tocar o leitor, enxergar que ele TEM ESCOLHAS e que isso depende dele próprio.

“Minha certeza são estes fatos e acontecimentos que estão pairando no ar: acontece qualquer coisa, com qualquer um. Basta acreditar, ser persistente, ter fé, estar preparado para quando a oportunidade passar, tendo a mão estendida para agarrá-la.”

Você pode comprar “A escolha de cada um” aqui:
Conheça mais sobre a autora aqui.

6 de set de 2011
0 revelations


“Que posso fazer, me diga, Norminha, se ele é minha sina? Largar ele por aí, sozinho, sem ter quem cuide dele? Que posso fazer, me diga, se eu sou doida por ele e sem ele não saberia viver?”

Jorge Amado em Dona Flor e seus dois maridos.

Passando bem rápido... só pra deixar passagens interessantes de livros que estarei lendo. Vou achar um nome bacana pra essa coluna.
Essa aí é de Dona Flor... doida, apaixonada por seu Vadinho.

4 de set de 2011
0 revelations





Sinopse: “Três regras haviam sido reveladas à Valentina. Mas, ela não sabia se existiria outras regras que teriam sido ocultadas. Tinha certo em seu coração que precisava ter seu pedido atendido. Era o que havia de mais importante. Precisava decidir se assinaria ou não o pacto. É a pergunta que não se cala. Será que Valentina deveria assinar o pacto sem ter certeza do que estava em jogo? O que realmente assumiria, se assinasse? E você, assinaria o pacto? Em troca, teria o que pedisse. Poderia ser qualquer coisa...




Pacto secreto é um título de uma autora nacional, Eliane Quintella, primeiro volume de uma trilogia (Prazer Secreto e História Secreta, ainda não lançados); publicado pela editora Novo Século, através do selo Novos Talentos da Literatura Brasileira, conta a história de uma mulher que tem quase tudo o que quer.
É rica, bonita e tem parentes e amigos que parecem sempre estar lá quando ela precisa.
Tirando o fato de que perdeu o pai bem recentemente e que carrega uma grande culpa causada por seu grande egoísmo.
Acredita que provocou um acidente que deixou a irmã gêmea, Sara, tetraplégica. Depois de 3 anos do acidente, Valentina ainda se culpa muito e clama por ajuda, qualquer ajuda... até mesmo do diabo.
Depois que ela faz o ‘pedido’, aparece um enviado de Satan para propor a Tina o pacto. Tudo o que ela quer é ver a irmã andando e feliz novamente, e para isso vai fazer tudo que estiver ao seu alcance. Depois do primeiro encontro com o enviado, Tina começa a estudar e pesquisar mais sobre o que é de verdade o pacto com o diabo.

“Não subestime o desprezo absoluto das pessoas. Elas acreditam que o diabo é Satan. Ignoram que o mundo é muito mais antigo que o cristianismo. Tudo para essas pessoas ignorantes é coisa do diabo. E julgam, recriminam e segregam, ainda que isso seja um pecado diante de Deus. Porém, é exatamente esse comportamento hipócrita e preconceituoso que a Igreja incentiva. É tudo tão absurdo. E afinal, o que são os pecados? É uma maneira de controle do ser humano, de condená-lo, de castrar seus pensamentos. É tudo tão ridículo.
E deu risada, colocando pra trás seus lindos cabelos castanhos, dando a entender que os pecados existiam para serem cometidos e que eram o próprio símbolo da hipocrisia das pessoas.”

Aos poucos Tina percebe que nem tudo o que ela achava ter acontecido ‘acidentalmente’ foi assim na realidade. Descobre que muitas coisas e pessoas acontecem e convergem para o aliciamento dela ao time satânico. Procurando saber por que ela é tão importante para Lúcifer, alguns acontecidos não dão muito certo... E ela, sagaz e inteligente como é, mesmo à luz do fim de tudo, planeja algo que ela ainda não sabe quão certo dará.

Mesclando romance, ciúme, sobrenatural, traição e o amor ilimitado pela família, Pacto Secreto é um livro sensacional!

Terminei o livro pensando: que massa! Já quero saber no que isso vai dar! É evidente que Eliane fez um trabalho de pesquisa bem profundo antes de escrevê-lo e isso apenas dá um toque mais especial a cada citação que ela faz. Os questionamentos existenciais e sobre a incondicional bondade de Deus, afinal, se Ele é assim tão bom, por que deixa que tantas coisas ruins aconteçam? Antes que você consiga dizer ‘preconceito’, a obra é totalmente ficcional e não tem o objetivo de lhe converter ao satanismo. Muito pelo contrário, a protagonista é muito questionadora e quer entender os dois lados da história, ainda que descubra que sua opinião está fortemente enraizada e é por ela que continuará lutando por seus maiores objetivos. A autora é simplesmente incrível; quase a via contando a história pra mim à medida que lia de tão ritmada que a obra foi.
Outro ponto positivo que achei foi o sumário, raras vezes encontro isso em livros de ficção.
O ponto que achei desnecessário foi apenas o exagero na descrição da grande riqueza de Valentina e sua família; achei meio forçada mesmo a maneira que as posses e o resto na vida das irmãs eram descritos. Mas, fora isso, a saga tem tudo para ser um grande sucesso.

Ficou interessado? Você pode comprar ‘Pacto Secreto’ aqui:  
SUBMARINO | SARAIVA | SICILIANO ou compare pelo BUSCAPÉ

Espero que vocês possam se entregar a essa trama como eu fiz e aproveitar tanto quanto eu!
Obrigada, Eliane!



Pacto Secreto de Eliane Quintella 
Editora Novo Século, 2011
ISBN: 9788576794240
Novos Talentos da Literatura Brasileira
360 páginas, 21 x 14 cm, 0,3 Kg , Brochura

2sleep